Comunicação da Católica é destaque em pesquisas científicas

Bruna Neres e Fernanda Soraggi*

Inspirada na deusa grega Atena, símbolo da sabedoria e do conhecimento, nasceu a academia e dela as instituições universitárias. O Departamento de Comunicação da Universidade Católica de Brasília (UCB) se propõe a manter a tradição de Platão em busca das perguntas e respostas em torno das questões que guiam o cotidiano.  Assim o curso de comunicação oferece diversos projetos extraclasse para os estudantes, como o estúdio de fotografia Captura, a Agência Publicitária Matriz também e a Iniciação Científica entre outros mais.

Conceito 4, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Curso de Comunicação Social da UCB recebeu diversos prêmios e foi eleita entre as melhores universidades do país pelo Guia do Estudante da Editora Abril 2017. Em setembro, recebeu a mais recente premiação durante o Intercom Nacional.

Recém-formado em publicidade e propaganda Alessandro Resende representou a Católica no Intercom e recebeu o troféu na categoria melhor filme de ficção, com o curta-metragem “02 da manhã”. “Ver projetos e produtos sendo debatidos em um congresso estimula ideias e nos faz refletir sobre vários pontos essenciais. A premiação é bem valiosa, pois além de abrir portas para outros projetos, me faz sentir a pesquisa fluindo dentro da área de comunicação”, resumiu ele.

Em maio de 2017, na Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação,o Expocom Centro-Oeste a UCB  recebeu oito prêmios, dos quais sete de alunos e um da universidade por ter sido a instituição mais premiada no Expocom regional.

Pesquisas e Projetos

Os prêmios são resultados de um longo processo de incentivo à pesquisa científica e à produção criativa. Integram os grupos de pesquisadores do Departamento de Comunicação os professores Florence Marie Dravet, Cosette Castro, Alexandre Kieling, Joadir Foresti, Alberto Marques, Fernando Esteban, Alex Vidigal, Sofia Zanforlin, Eliane Muniz, Maria Cecília Alves, Isabel Cristina Clavelin, Luiz Carlos Iasbeck, Luiza Mônica Assis, Victor Laus, Robson Borges, Janete Cardoso, Leandro Bessa, Raquel Cantarelli, Cynthia Rosa.

Pós-doutora em Comunicação e Jornalismo Cosette Castro coordena a pesquisa sobre “As mudanças nas redações no DF com a digitalização” com o apoio do Sindicato dos Jornalistas do Distrito Federal. “Entrevistamos jornalistas de rádio, televisão, jornais, assessorias para saber como eles foram preparados para essas mudanças que estão em curso”, observou ela.

Mestre em Comunicação Cynthia Rosa, que faz parte do grupo de Pesquisa: Acessibilidade, Cidadania e Cultura Midiática, disse que o desafio é constante. “Esse projeto de estudo visa estabelecer um núcleo de estudos e experimentações. O foco da pesquisa são os produtos midiáticos, mas também discute recursos educacionais”, afirmou.

Experiência

Estudante do 6º semestre de Jornalismo Aline Brito, 20 anos, disse que entrou, voluntariamente, em 2016, em um grupo de pesquisa e atualmente trabalha sob orientação de Joadir Foresti. “Você já sai do curso com experiência, sabendo como que seria o ingresso no mestrado e dá oportunidade de ver se você quer ser pesquisador”, afirmou ela.

Daniel Zacariotti, estudante de publicidade e propaganda faz parte do projeto “O noticiário de negócios e os discursos sobre a estratégia em grandes empresas privadas do Distrito Federal”. E ressalta “participar de um grupo de pesquisa enriquece minha vida acadêmica em termos de experiência de pesquisa e de conhecimento de metodologias propostas”.

Também aluno do 6º semestre de jornalismo Iago Kieling, faz parte como voluntário de um grupo de pesquisa sob orientação de Fernando Esteban. “Os horários e carga de trabalho é menor como voluntário. Este ano estamos também em pré-produção de um documentário sobre acessibilidade, a proposta é que ele seja realizado nos próximos dois meses”, disse.

Os alunos de mestrado da UCB também fazem integram as linhas de pesquisas e seguem com mais um passo na formação acadêmica. “No mestrado o nível de pesquisa é mais aprofundado, nos aproxima de autores nacionais e internacionais, oferece legitimidade ao profissional e traz um conhecimento mais palpável”, destacou Evandro Koberstein pesquisador do grupo Movimentos sociais nas redes sociais na internet.

SeComunica e Intercom

De 18 a 22 de setembro deste ano, houve a XVI Semana de Comunicação (SeComunica) cujo tema “Diversidade e Adversidades: o incomum na comunicação” reuniu em discussões e oficinas estudantes da UCB e de outras instituições, pesquisadores e profissionais que são referências no mercado de trabalho.

Daniel Zacariotti, estudante de publicidade participou da Semana de Comunicação: “É muito interessante ter essa oportunidade dentro da SeComunica para falar do projeto, porque assim a gente leva os resultados e todo o processo para os nossos colegas de sala que muitas vezes não fazem iniciação científica”.

Antes da SeComunica, houve a 40° edição do Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom), de 4 a 9 de setembro, em Curitiba (PR), o maior congresso de comunicação da América Latina, e promoveu a escolha dos melhores trabalhos em diversas categorias e os premiados se classificaram para o Intercom Nacional. O Intercom abre as portas para que projetos e produtos sejam debatidos de forma muito abrangente já que o congresso recebe inscrições de todas as regiões do país.

Victor Henrique Lacerda, 21 anos, estudante de publicidade e propaganda, esteve presente no Intercom Nacional e ressaltou a relevância do evento. “Além de apresentar, assisti algumas apresentações na área de design. Foi a primeira vez que participei do Intercom, mas pretendo participar de outras edições, o evento é muito importante para nossa formação acadêmica”.

Iniciação Científica

Para participar dos projetos de iniciação científica, basta entrar no site da UCB, clicar na aba pesquisa e inovação, depois à esquerda clicar em projetos da UCB, e pesquisar o tema que quer explorar. Para ser pesquisador voluntário, basta você entrar em contato com a coordenação. Já para ser bolsista, deve esperar a abertura dos editais para concorrer à bolsa.

Doutor em Comunicação, cultura e tecnologias do imaginário, Joadir Foresti, coordenador dos cursos de Jornalismo,  Publicidade e Propaganda da UCB, ressaltou a importância das pesquisas. “A universidade é diferente porque tem a preocupação com a pesquisa, pois pensa em preparar as pessoas para desafiar e questionar o mundo de uma forma científica e para isso é necessário aprender as metodologias”, disse. “Isso prepara melhor o futuro profissional, porque além dele ser profissional, ele vai ter condições de ser um pesquisador.”

Mestranda em Comunicação na UCB com pesquisa na área de audiovisual Nathália Lázaro participa também da iniciação científica com o tema “As estratégias de representação da realidade no documentário”. “Quando falamos de comunicação, estamos falando de várias matérias, tudo isso dentro de uma área. Isso mostra o poder que a comunicação tem”, disse ela.

*Colaborou Adriana Botelho

Pesquisas na UCB

Iniciação Científica é um grande projeto de estudo acadêmico em que os estudantes do curso podem se inscrever e aprofundar seus conhecimentos em comunicação. Atualmente, dez pesquisas estão em andamento, confira no quadro abaixo:

Pesquisa: Interoperability of Interactive and Hybrid TV systems – Glob Alexandre Schirmer Kieling Alberto Marques Silva; Alex Vidigal Rodrigues de Sousa; Robson Borges Dias; Victor Marcio Laus Reis Gomes;
Pesquisa: Corpo, incorporação e virtualização dos sentidos na cultura Florence Marie Dravet Frederico Antonio Cordeiro Feitoza; Leandro de Bessa Oliveira;
Pesquisa: Acessibilidade, Cidadania e Cultura Midiática Joadir Foresti Cynthia da Silva Rosa;Fernando Steban Reynoso Acosta; Janete Cardoso dos Santos; Fernanda Vasques Ferreira;
Pesquisa: Mediação de Conflitos em Organizações Públicas Luiz Carlos Assis Iasbeck Janete Cardoso; Joadir Foresti; Rafiza Luziani Varão Ribeiro;
Pesquisa: Representações da responsabilidade social dos bancos Luiza Mônica Assis da Silva Luiz Carlos Assis Iasbeck;Robson Borges Dias; Victor Marcio Laus Reis Gomes;
Pesquisa: Mapeamento de autores-referência em comunicação, opinião pública Raquel Cantarelli Eliane Muniz Lacerda
Pesquisa: Prêmios em Cidadania e Responsabilidade Social Robson Borges Dias Eliane Muniz Lacerda;Maria Cecilia Alves Martinez;Isabel Cristina Clavelin da Rosa;
Pesquisa: Mídiamigra: Observatório de Migração e Comunicação Sofia Cavalcanti Zanforlin Alberto Marques Silva;
Pesquisa: O noticiário de negócios e os discursos sobre a estratégia e Victor Marcio Laus Reis Gomes Luiz Carlos Assis Iasbeck;Luiza Mônica Assis da Silva;Robson Borges Dias; Victor Marcio Laus Reis Gomes;

Foto: Gabriela Ribeiro