O Portal do Bem

Plataforma oferece opções para voluntários e instituições

Lorena Souza

Unir pessoas com o mesmo objetivo e servir de ponte para uni-las”, é o objetivo do Portal do Voluntariado do Governo do Distrito Federal (GDF). A plataforma une pessoas que desejam doar o tempo livre, atenção e carinho para projetos sociais. Lançado em junho deste ano, o projeto é inspirado no portal “Transforma Recife”, da capital pernambucana. Porém, diferentemente do de Recife, o do Distrito Federal tem também a opção para os interessados em trabalhos voluntários em órgãos públicos.

Segundo o coordenador de Articulação do Terceiro Setor da Casa Civil, Rodrigo Dias, havia projetos do governo, mas não existia um marco legal que permitia esse tipo de trabalho, daí a necessidade de criar um portal com características próprias. O governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, assinou o decreto estabelecendo o funcionamento do portal, definindo encontros entre possíveis voluntários e projetos sociais. O site engloba iniciativas da sociedade civil e também de órgãos do governo.

joksa-natividade-0047Foto: Joksã Natividade.

No lançamento do Portal, as autoridades afirmaram que um dos objetivos é transformar Brasília na capital da solidariedade e assim construir uma sociedade mais participativa e atuante em projetos sociais. Os interessados em atuar como voluntários podem escolher entre 63 projetos nas mais diversas áreas: de educação, saúde, cultura, assistência social. Para ser voluntário, é necessário preencher um cadastro no site com dados pessoais e informar com quem deseja trabalhar, o chamado “público alvo”, a formação profissional que tem e a disponibilidade do horário. Com base no perfil traçado, o site apresenta as alternativas que se encaixam com a pessoa. O portal envia um e-mail com a oferta de projetos e em 48 horas, o interessado escolhe entre as opções apresentadas.

Gratidão

Voluntária nos Jogos Olímpicos por meio do programa Embaixadores do Turismo do GDF, a estudante Letícia Baldotto, 18 anos, disse a experiência marca para o resto da vida. “Já me candidatei como voluntária outras vezes, para a Abrace, durante o Mc Dia Feliz, e mesmo sendo um trabalho de um dia só, já achava fantástico todo o amor que eu recebia em um espaço tão curto de tempo. Ser voluntário por quase duas semanas e receber desse mesmo amor todos os dias foi sensacional”, contou Letícia. Ela ainda destaca que foi uma das experiências mais gratificantes que já viveu.

Para as instituições que recebem os voluntários, também é gratificante, segundo relatos dos responsáveis. A Casa Menino Jesus, do Gama, é um desses exemplos. O local assiste a crianças e adolescentes com câncer e outras doenças que necessitam de tratamento prolongado, oferecendo hospedagem, alimentação, vestuário e toda ajuda ao paciente e ao acompanhante. Sem esse apoio, contou Érica de Souza, de 19 anos, ela não conseguiria tratar seu filho, Carlos Henrique, 1 ano e 7 meses. A mãe disse que o bebê, que sofre com uma má formação na coluna , disse que sem o apoio da instituição teria dificuldades de tratar o filho.

“Em Tocantins, de onde eu vim, não daria para tratar o Carlos Henrique como ele precisa”, afirmou. No projeto Movimento de Apoio ao Paciente com Câncer (MAC), que auxilia pacientes em tratamento de câncer do Hospital de Base, são oferecidos material de higiene pessoal, remédios e apoio psicológico. No local, o quadro de voluntários reúne 80 pessoas que se revezam para manter a organização. Cida Castro trabalha como voluntária há 17 anos e sintetiza o que sente: “A base de tudo é o amor, a gente trabalha para eles e por eles”.

joksa-natividade-0022Foto: Joksã Natvidade.

Para as instituições que querem cadastrar projetos, a única exigência é possuir CNPJ, pois assim o governo consegue saber se o projeto realmente funciona. Para recrutar interessados em oferecer seus trabalhos gratuitamente, basta informar o perfil de voluntário desejado, a área onde deverá atuar e disponibilizar horários.

Endereço: http://www.portalvoluntariado.df.gov.br

Casa Menino Jesus- (61) 3385-6317 

Movimento de Apoio ao Paciente com Câncer

Contato: (61) 3315-1687